A Cevicheria by Chef Kiko

FullSizeRender-2

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Ceviche sempre foi um dos meus pratos de eleição quando morava em Moçambique. O clima pedia refeições leves e foram muitas as vezes que o meu pai preparava os melhores ceviches que eu já comi. É, na sua essência, peixe cru cortado aos cubos e regado com sumo de limão e azeite. Sem nunca ir ao lume, é o sumo do limão que cozinha o peixe.
Um restaurante só com este prato, servido de diversas maneiras e com variados peixes, tem tudo para dar certo. Principalmente numa cidade quente e de vida corrida como é Lisboa, onde nos podemos sentar a um balcão e em 5 minutos termos uma refeição leve, elegante e fresca, num ambiente descontraído e moderno. Esta é A Cevicheria do Chef Kiko.

FullSizeRender-4 FullSizeRender

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Se fosse sozinha provavelmente pediria apenas um prato e ficava satisfeita. Usei a desculpa de sermos dois – e de precisar de experimentar várias coisas para vos dar uma opinião – para pedir quatro pratos: Ceviche Puro, Ceviche de Salmão, Ceviche de atum e Quinoto do Mar.

FullSizeRender-6
FullSizeRender-8
FullSizeRender-10
FullSizeRender-14
FullSizeRender-11
FullSizeRender-12
FullSizeRender-17

 

O Ceviche Puro foi o favorito, feito com peixe branco e puré de batata doce. Por ser um prato ácido a batata doce confere-lhe o equilíbrio ideal, juntamente com as algas. O de salmão também é excelente, com sabores mais cítricos, da laranja, e doces, da manga e do puré de milho. O de atum também era muito bom, apesar de ter sabores demasiado acentuados para mim e poucos elementos que equilibrassem a acidez do prato.
O Quinoto do Mar é uma pequena bomba de sabor a mar. Uma espécie de arroz de marisco levado a outro nível: feito com quinoa, logo é isento de glúten, e com um sabor profundo a mar. Não sou muito fã de quinoa nem de peixe, e não conseguia comer o prato todo por ser bastante rico, mas é um daqueles pratos que nos faz viajar.

FullSizeRender-18 FullSizeRender-15 FullSizeRender-3

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O cocktail especial deles tinha muito bom aspecto e fiquei tentada a pedir. Experimentem se lá forem e gostarem de bebidas alcoólicas.

Staff simpático, ambiente leve e descontraído e ceviche feito com peixe super fresco e com muita delicadeza. Ah, e aquele polvo faz-me acreditar que estou num cenário da Pequena Sereia.
Se estiverem por Lisboa não deixem de passar pel’A Cevicheria. Vejam mais informações aqui.

2 Comments

  1. marieladlt
    13 Agosto, 2015 / 17:00

    O “cocktail especial deles” chama-se Pisco Sour, e é a bebida nacional do Peru, terra do ceviche.

    • Joana Moreira
      15 Agosto, 2015 / 12:54

      Obrigada! :)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *