COISAS QUE ANDO A NAMORAR

1 – Os phones da Frends já foram tão falados por esta blogosfera que duvido que sejam novidade para vocês. Também não o são para mim e já há meses que ando a inventar mil e uma desculpas para não carregar no maldito botão ”Add to basket”. A verdade é que, apesar de eu ser aquele ser vivo irritante que está sempre de phone no ouvido, custa-me muito derreter 300 euros assim. Sim, eles são lindos. Sim, esse é o principal motivo pelo qual eu os quero. No entanto, sei que há outras opções bem mais acessíveis (mas não tão giras!) no mercado. Para já, vou-me contentar com imagens.

2 – Há uns anos li, numa revista bastante credível, que os melhores shampoos eram os que não continham cloreto de sódio – sal –  na composição. Ora eu, que pensava que o sal era só para a comida, fiquei super intrigada e comecei a investigar mais sobre o assunto. Mas a história ficou por aí, nunca cheguei de facto a adquirir nenhum shampoo sem sal, até porque na altura a oferta era mínima (em Moçambique era nula, devo acrescentar). Maaaaas, há umas semanas estava a ver um video no youtube de uma menina brasileira e ela falou maravilhas sobre este shampoo d’O Boticário – e porque cheirava mega bem, e porque deixava o cabelo mais brilhante que uma careca ao sol, e porque, porque, porque…. não tinha sal! A-ha, é desta que vou comprovar (ou não) a teoria dos shampoos sem sal. Depois digo-vos o que acho.

3 – Eu sei que há pessoas que me vão querer decapitar em praça pública por isto, mas estou tãããão feliz por o Verão ter acabado! A-d-o-r-o o Outono, sou super feliz a usar sapatilhas e botas e camisolas e layers e cores escuras. Quem me conhece sabe que sou fã incondicional da roupa preta e dos acessórios em tons dourados, cinzentos e cor de vinho. A maquilhagem não fica indiferente e está na altura de repor o stock dos batons escuros; este chubby stick da Clarins vai ser o primeiro a saltar para a gaveta!

4 – Quando comprei o meu primeiro relógio MK fiquei fã incondicional da marca. Pela qualidade, pela estética do produto, pela maneira como ”cai” bem no pulso (seja ele fino ou mais largo) e, essencialmente, por muito foleiro que pareça, pela forma que ele me faz sentir. Uma coisa é usar um relógio, outra é usar um relógio MK. E eu sei bem a diferença. Já ando de olho no próximo baby, este modelo em aço inoxidável que tanto dá para um look casual de dia-a-dia como para uma ocasião mais especial. Detalhe: é um relógio de homem. Mas eu não quero saber, é lindo de morrer. E vai ser meu.

5 – Sempre fui a maluca dos sapatos, mas ultimamente ando numa fase de obsessão-mais-que-doentia-por-sapatilhas. Tenho uma lista maior que a lista de Schindler de todas as sapatilhas que me aquecem o coração – e os pés – e sei que é irracional acreditar que as posso ter todas, por isso ando a fazer uma selecção daquelas que quero mesmo muito. As Adidas Stan Smith são uma delas e tenho a certeza que vão ser muito felizes cá em casa! Escusado será dizer que ando há duas semanas a fazer figura de tola em todas as lojas: ”Tem o número 38, por favor?” ”Não, desculpe, estão esgotadas”. Mas toda a gente resolveu ter umas Stan Smith agora? Faxavor de pararem com isso e deixarem pelo menos um par para mim.

Bom fim-de-semana :D

Share:

6 Comments

  1. 22 Setembro, 2014 / 14:34

    Os chubby sticks da Clarins são dos meus batons favoritos! Tenho esse mesmo e adoro!

  2. 24 Setembro, 2014 / 22:03

    Eu tb tenho um relógio MK e é mesmo outro nível de relógio :D

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *